Lavar o frango na torneira pode espalhar bactérias pela cozinha


A prática é bem-intencionada: eliminar impurezas do frango cru antes de mandá-lo para a panela. Mas a Food Standards Agency (FSA ), agência de segurança alimentar britânica, divulgou um comunicado contraindicando a lavagem. A justificativa é que a bactéria Campylobacter, encontrada nessa carne, passaria para mãos, roupas e cozinha, chegando até a contaminar outras comidas. Apesar de não existir uma legislação para o controle desse micróbio no Brasil, há estudos apontando que ele também marca presença em nossos frangos. E qual o problema disso? "O contato com a Campylobacter pode causar diarreia, cólicas, dores abdominais e febre", responde a médica veterinária Graciela Volz Lopes, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Para escapar de uma eventual intoxicação, basta cozinhar bem os produtos avícolas.

Segurança garantida

Outras medidas para a sua cozinha ficar livre de micróbios.

Tábuas de corte
As de madeira, de difícil limpeza, favorecem a proliferação das bactérias. Por isso, prefira as de plástico. Para higienizar, use água, sabão e esponja. Depois, deixe em solução com cloro por 15 minutos.

As esponjas
Elas podem virar um manancial de micróbios, já que guardam umidade e restos de comida. Por isso, devem ser trocadas toda semana ou, no máximo, a cada 15 dias, além de bem lavadas diariamente.

Pias e bancadas de preparo
É desejável limpá-las com água e detergente após cada manipulação de comida e deixá-las sequinhas. Assim, evita-se a contaminação cruzada entre alimentos crus e cozidos.

Descongelando os alimentos
Tirar a comida do refrigerador e deixá-la descongelando em cima da pia incita a multiplicação de bactérias. O ideal é realizar esse processo na sua geladeira.
Share on Google Plus

About Paulo

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários:

Postar um comentário